Em 11/02/2018 às 14h00

Bacanaço muda estilo e reúne multidão na Avenida

Élcio Mariquito, o idealizado do Bacanaço, ao lado dos irmãos e seus principais colaboradores Marcelo e Fernando Moreira

Élcio Mariquito, o idealizado do Bacanaço, ao lado dos irmãos e seus principais colaboradores Marcelo e Fernando Moreira

Download
Após dois anos desfilando pela Passarela do Samba Expedito Liberato, o Bloco Bacanaço, este ano, inovou e fez uma apresentação de gala na própria Avenida, ao lado do Viking Lanches. A área foi totalmente isolada para que os foliões pudessem se divertir e o que aconteceu foi praticamente um baile de carnaval a céu aberto com a presença de um grande público. Tudo em clima de muita alegria, descontração e segurança, sem o registro de nenhum incidente ou contra tempo.

O Bacanaço surgiu no Carnaval de 2016, em Cataguases, pela motivação de seu idealizador, Élcio Mariquito, que mesmo de longe (ele mora em Belo Horizonte) arregimentou um grupo de pessoas que abraçou sua ideia e culminou com um desfile inesquecível, na noite de sábado de carnaval daquele ano. Em seguida os participantes seguiram para o Clube do Remo e participaram de um baile de carnaval ao som de marchinhas. Ano passado, a chuva desestimulou um pouco a participação de algumas pessoas, mas o sucesso se repetiu.

imageNeste sábado, a decisão de se apresentar no sistema "esquenta mas não sai", mostrou-se acertada porque permitiu, principalmente, a participação do público que normalmente não desfila mas gosta de assistir e conviver naquele ambiente carnavalesco. A folia começou às 21 horas, ainda de forma tímida, mas meia hora depois, o público tomou conta daquela região da Avenida, muitos inclusive, fantasiados como é o caso da foto ao lado com o heroi Super Mário, dos games, muito bem acompanhado por uma fada madrinha, que assistiram e dançaram animados as músicas executadas pela bateria do Bloco. 

Paralelamente, o Bloco da Corda Preta, uma iniciativa dos irmãos Filinho e Tico Capoeira, também desfilou surpreendendo o público que estava na Avenida. Eles reuniram os praticantes de Capoeira e alguns amigos para fazer o Carnaval, todos tocando algum tipo de instrumento de percussão. O Bloco contou até com malabaristas com tochas de fogo e percorreu a Passarela do Samba com muita animação. Chamou a atenção do público e foi seguido por foliões. A vontade de participar e de promover alegria tem sido a tônica deste carnaval, com iniciativas acontecendo aleatoriamente por meio dos amantes da folia de Momo. 


Veja as fotos do Bacanaço e do Corda Preta na galeria abaixo.

Tags: bloco, carnaval, bacanaço, Avenida





Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: