Em 11/04/2018 às 12h00

Vereadores discutem projeto que poderá trazer curso de Medicina Veterinária para Cataguases

Um contrato entre a Prefeitura e a Faculdade Sudamérica poderá viabilizar a implantação do curso no IDAIC

Um contrato entre a Prefeitura e a Faculdade Sudamérica poderá viabilizar a implantação do curso no IDAIC

Download
A reunião da Câmara Municipal de terça-feira, 10 de abril, teve como foco a discussão do projeto de lei 22/2018, que autoriza o Poder Executivo a celebrar Contrato de Comodato com Instituto Nacional Ltda, atual mantenedor da Faculdade Sudamérica em Cataguases, objetivando a utilização da área do IDAIC. No local, a instituição de ensino pretende implantar os cursos de Medicina Veterinária e Gestão do Agronegócio,  que terão como objetivo a formação de profissionais generalistas. Para isso, a Sudamérica construirá uma Fazenda Escola, um Hospital Veterinário com alojamento hospitalar para pequenos e grandes animais e um Pet Shop, com hotel para animais.

Com o plenário cheio e a presença unânime dos vereadores, a Câmara recebeu vários secretários municipais, o diretor geral da faculdade, Alcino Leite Antonucci, demais membros da diretoria, professores e alunos da Sudamérica. Na oportunidade, o diretor administrativo, Lucas Otacílio Rodrigues Maciel, fez uma explanação do projeto da faculdade que, entre outras coisas, deverá gerar cerca de 100 novos postos de trabalho na cidade, com um investimento da ordem de R$ 10 milhões. "O objetivo é transformar Cataguases em polo educacional, científico e de excelência e com mão de obra local", afirmou.

Segundo ele, o projeto de criação do curso já está aprovado pelo Ministério da Educação (MEC) e a instituição mantenedora precisa apenas decidir onde o mesmo vai funcionar. "Queremos muito que isto aconteça em Cataguases, mas necessitamos deste apoio do poder público local", afirmou, lembrando que o Instituto Nacional já mantém com sucesso um projeto semelhante na cidade de Viçosa. "A implantação do curso naquele município promoveu um grande desenvolvimento na região da cidade onde nossa Fazenda Escola funciona. Acreditamos que o mesmo se dará aqui, nas proximidades do IDAIC", afirmou.

Se aprovado, o contrato de comodato prevê a utilização da área de 15 alqueires pelo prazo de 30 anos. A Fazenda Escola contará com toda infraestrutura, salas de aulas, laboratórios e galpões, tudo para a realização das aulas práticas, de cirurgia, inseminação artificial, transferência de embriões, fecundação in vitro, entre outros. Também serão construídas estruturas físicas, formação de pastagens, estabelecimento de áreas para plantios de milho e sorgo irrigados para a produção de silagem, destinados à criação dos animais que serão utilizados nas aulas práticas.

Um Hospital Veterinário também será construído para formação profissional dos alunos e atendimento à comunidade de Cataguases e região, para controle e tratamento de doenças. Pelo projeto, o local vai contar com consultórios, farmácia, emergência, salas para diagnósticos por imagem, laboratório de patologia, blocos cirúrgicos, baias para internação, entre outros. O projeto ainda prevê o atendimento de propriedades rurais para complementar a formação acadêmica dos alunos e parcerias com a Associação de Proteção Animal, com a finalidade de promover a castração de cães e gatos.

A reunião serviu somente para a apresentação do projeto e debates entre vereadores, representantes da Sudamérica e comunidade. O mesmo ainda está tramitando nas comissões daquela casa legislativa, mas ficou definido uma audiência pública sobre o assunto, marcada para o dia 2 de maio. A votação  deverá ocorrer na sessão da Câmara do dia 8 de maio.


Autor: Da Redação

Tags: medicina veterinária, cataguases, idaic, faculdade





Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: