Em 10/02/2018 às 16h00

Baluartes do Samba abrem o Carnaval de Cataguases com show contagiante

Familiares de Carlos Pires receberam a homenagem dos Baluartes do Samba na abertura do Carnaval 2018

Familiares de Carlos Pires receberam a homenagem dos Baluartes do Samba na abertura do Carnaval 2018

Download
A Praça Rui Barbosa recebeu na manhã deste sábado de carnaval, 10 de fevereiro, o som contagiante dos Baluartes do Samba. O grupo é formado pela Acriar - Associação dos Criadores de Arte de Cataguases - e com participação na história da música, do samba e do Carnaval na cidade. O grupo, que se apresenta sempre nesta data nos carnavais da cidade fez, este ano, uma homenagem ao criador do Sambulante, Carlos Pires. Seus familiares prestigiaram o show e ainda foram homenageados, além de relembrarem um pouco da história do primeiro trio elétrico de Cataguases e da Zona da Mata. O show contou com a presença dos secretários de Cultura e Turismo, Fausto Menta e o de Esportes, José Vitor Lima.

imageOs Baluartes do Samba tocaram por pouco mais de duas horas para uma plateia apaixonada por sambas de qualidade e que marcaram época, além das marchinhas carnavalescas, um eterno sucesso. É claro que muita gente não conseguiu se segurar nas cadeiras ou em pé e foi sambar. A descontração acabou sendo o ponto alto do show que alternou ao microfone nomes conhecidos do nosso samba como Antônio Leiteiro, Noélia Jussara, José Célio, além de Chiquinho Fernandes, Emanoel Messias (estes dois integrantes do Grupo Aero e organizadores do evento). 

Durante a apresentação os Baluartes fizeram uma pausa para homenagem a Carlos Pires. O primo dele, Roosevelt Pires, lembrou da história do Sambulante, criado em 1976 como um presente da Energisa para Cataguases tendo participado do primeiro carnaval no ano seguinte. Carlos Pires, lembrou Roosevelt, iniciava a apresentação do Sambulante com as frases "Atenção meu povo! Atenção Maestro!" e o carnaval começava arrastando multidão pelas ruas da cidade, completou. O primeiro cantor do Sambulante foi Hélio Silva, além de José Célio e de Elisa Nunes, que marcou época, além de outros, acrescentou. Carlos Pires Júnior, filho do homenageado, agradeceu a Acriar e aos Baluartes do Samba pela lembrança de seu pai e disse que ele está "lá de cima ele está muito feliz", afirmou. Ele levou para casa um banner feito pela Acriar alusivo a seu pai.

Depois da pausa, o samba foi até quase meio dia e meia e, quando parou, o púbico ainda pediu bis. O sucesso dos Baluartes do Samba deve-se, entre outras coisas, ao fato de reunir músicos talentosos e um repertório de alto nível com músicas inesquecíveis que marcaram época e a história do Samba e do Carnaval. Com os Baluartes o Carnaval de Cataguases começa reverenciando o passado e mostrando o talento dos sambistas da cidade. Os foliões aproveitam para viver um momento de nostalgia nesta festa de Momo. O grupo ainda se apresenta nesta tarde de sábado, na Vila Domingos Lopes e amanhã, em Itamarati de Minas.

Veja as fotos da apresentação do Baluartes do Samba na galeria abaixo.



Tags: Acriar, Baluartes do Samba, Carnaval, Sambulante





Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: