Em 10/01/2018 às 19h00

Qualidade da água em Argirita é motivo de reclamação de moradores

Moradores reclamam a cor amarelada da água e o forte cheiro de produtos químicos

Moradores reclamam a cor amarelada da água e o forte cheiro de produtos químicos

Download
Moradores de Argirita (51 km de Cataguases) reclamam da qualidade da água que tem chegado em suas casas, especialmente os do bairro Cruzeiro. A coloração amarelada é a principal queixa da população, situação que está ocorrendo há alguns dias. Segundo eles, a água amarelada mancha roupas, não é boa para consumo, além do forte odor de produtos químicos.  

Uma moradora conta que além dos transtornos, há o desperdício de água. "São litros e litros desperdiçados e eu que tenho que pagar a conta por esse desperdício, na tentativa de escoar a água suja na espera da limpa". A moradora afirma ainda que tem receio de contrair alguma doença com a água fornecida. "Dá medo de consumir esta água para beber ou fazer alimentação, a maioria dos meus vizinhos usa água mineral para o consumo", afirmou.

"Convivemos com esse problema há anos, mas de um ano pra cá ele tem se agravado. Sempre uma desculpa, que uma peça quebrou, choveu e a água ficou muito suja e o produto não deu jeito, e outras desculpas mais. Tem dias que a água chega à nossa torneira igual barro, sábado mesmo foi assim", contou outra moradora. 

O vereador Rodrigo e sua esposa Rose, moradores do bairro, relatam que é impossível consumir a água devido a sua coloração, mas que mesmo assim levaram uma amostra até um laboratório em Leopoldina, para a emissão de um laudo técnico.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Argirita em busca de esclarecimentos a respeito das reclamações dos moradores. Após a informação de que o Prefeito Carlos Aurélio Carminate Almeida não se pronunciaria sobre o assunto, a reportagem tentou contato com outro servidor que disse o nome do profissional responsável pela qualidade da água naquele município. 

Eduardo é a pessoa que responde pelo setor em Argirita. Ele esclareceu que a água é coletada mensalmente e enviada para análise na Regional de Saúde de Leopoldina. Segundo ele, desde então vem sendo considerada dentro dos padrões para consumo humano. "Nunca houve problema com a qualidade da água em Argirita", assegurou. 

O Vigilante Online foi informado que um equipamento utilizado no controle da qualidade da água em Argirita passa por manutenção em São Paulo. A Redação também apurou que nas estações de tratamento do Rosário e do Cruzeiro, uma recente análise microbiológica mostra ausência para coliformes totais e escherichia coli.

Fonte: O Vigilante Online

Tags: água, moradores, qualidade, abastecimento





Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: