24/11/2016 às 20h22m


Estrias e Alimentação

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia as Estrias são lesões causadas pelo rompimento das fibras elásticas e colágenas da pele, as causas ainda não estão bem estabelecidas, mas se sabe que o crescimento rápido da pele está ligado ao aparecimento das estrias, situações como o ganho de peso, a hipertrofia muscular, gestações, a expansão da pele por colocação de próteses como o silicone, o uso de corticoides, entre outras são as causas do aparecimento das estrias. As lesões das estrias são avermelhadas ou rosadas na fase inicial e brancas na fase tardia, geralmente as estrias ocorrem nas mulheres, mas também podem ocorrer em homens.

Mas o que a nutrição pode fazer por você?

A vida moderna e a correria do dia a dia tem tornado cada vez pior a qualidade da alimentação das pessoas, hoje para muitas pessoas os Fast Foods ou comida pronta são a primeira opção de refeição para muitas pessoas, acompanhando os hambúrgueres e pizzas estão os refrigerantes, uma associação muito perigosa, açúcar e gordura em excesso e baixo teor nutricional dessas refeições. 

Quando pensamos na nossa pele e no que pode levar ao aparecimento das estrias temos que pensar na falta ou excesso de vitaminas que auxiliam no processo de manutenção e troca celular da pele e na hidratação da pele, uma alimentação variada e colorida, rica em frutas, verduras e legumes irá contribuir para a boa nutrição dessa pele. O consumo de água também é fundamental para uma pele hidratada, pele seca não precisa de creme e sim de água, o baixo consumo de água provoca a desidratação da pele o aspecto de pele seca e quebradiça.

Evitar refrigerantes, frituras, alimentos industrializados, alimentos ricos em sódio e corantes, açúcares, acidulantes, conservantes, evitar todos os tipos de alimentos industrializados já é um belo começo para evitar as temidas estrias! Alimentos com baixo ou nenhum valor nutricional contribuem para a má circulação, contribuem com as carências nutricionais e consequentemente com o aparecimento de estrias e celulite, que iremos falar na semana que vem.

Então não existe segredo, para evitarmos o aparecimento das estrias o caminho é manter uma alimentação saudável e consumir água de forma adequada! A pratica de atividade física também é fundamental, procure sempre a orientação de um profissional de Educação Física habilitado par te auxiliar.

Os procedimentos estéticos também ajudam muito na prevenção e tratamento das estrias, mas o fundamental é você que faz, se alimentar bem e consumir água de forma adequada.

Um super beijo da Nutri.


Autor: Giuliana Paiva

Tags relacionadas:


Compartilhe:



16/11/2016 às 11h00m


Última chamada para o verão

Estamos chegando ao final do ano, muitas daquelas promessas de Ano Novo ainda não foram cumpridas, mas emagrecer não precisa ser uma daquelas promessas que você acabou quebrando.

Chega o final do ano e muitas pessoas procuram os tratamentos milagrosos para emagrecer, quase como a promessa de um milagre, mas será que adianta?

O emagrecimento é um processo que envolve alguns pontos cruciais, a mente, a determinação e a persistência.

A sua mente comanda tudo! Quando não conseguimos colocar nossa mente em ordem não conseguimos ter sucesso em nossos propósitos. Se quisermos emagrecer devemos traçar metas e meios para conseguirmos alcançar o nosso objetivo, temos que evitar ter em casa aqueles alimentos que nos provocam as tentações, se sua mente te manda um sinal para comer doce e na sua geladeira tem aquele doce, então tudo foi por água abaixo. Nosso corpo é regido por nossa mente e caso você não já venha tentando há anos emagrecer, mas sem sucesso, então meu amigo sua mente não está te ajudando! O principal fator para reprogramar a sua mente é mudar de atitude e rotina.

Ter determinação é o que te trará ou não o sucesso. Ser determinado não quer comer apenas aquela salada sem graça! Ter determinação é saber dizer mais vezes não às tentações, lembre-se que sua mente irá te tentar a desistir, mas você com a sua força de vontade irá vencer as tentações, pois você quer mostrar para si mesmo o quanto você é capaz! O emagrecer assim como qualquer outra situação onde enfrentamos a nós mesmos é uma guerra íntima e que somente nós podemos travar! Não tente emagrecer para mostrar ao outro que você consegue, mostre para si mesmo a força que você tem.

A persistência está acima da determinação e vem quando acabamos caindo em alguma tentação da nossa mente! Persistir não quer dizer jamais errar, persistir é na verdade algo que vem após uma derrota, a frase "levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima" é o sinônimo perfeito de persistência. Quem disse que você não pode errar? Quem disse que seria um caminho perfeito? Quem disse que no meio do emagrecimento não iria ter aquela barra de chocolate ou aquele pote de sorvete? Levante a mão quem aqui não é humano! Como eu disse, persistir é diferente de resistir e vem depois de uma tentação, caiu em tentação, então volte ao seu caminho e persista, não há nada de errado em cair em tentação mas sim em desistir por não se achar capaz de voltar ao caminho que te levará ao sucesso.

Mas porque essa postagem chama a última chamada para o Verão?

Estamos no final do ano e faltam 45 dias para um novo começo, um novo Reveillon, um novo verão e novas oportunidades para você! Se permita realizar um sonho, você tem 45 dias para mostrar para si mesmo que todos os sonhos são possíveis, basta dar o primeiro passo.

Um super beijo da Nutri

Autor: Giuliana Paiva

Tags relacionadas:


Compartilhe:



11/11/2016 às 13h42m


Comida Japonesa, pode?

Uma dúvida muito comum aqui no consultório é sobre o consumo de comida japonesa. Pode? Não pode? Às vezes pode? E ai?

Quando vamos comer comida japonesa temos que pensar em algumas coisas como, quais as peças que vamos comer e se são cruas ou fritas, se tem arroz, o tipo de molho a ser usado e por ai vai.

Quando pensamos no arroz, em seu preparo usamos açúcar, sal e vinagre, então temos que levar isso em conta, além do arroz nós vamos consumir o açúcar.  E quando pensamos nos molhos? O molho Shoyo é um molho de soja e a cada 100g de molho tem em média 700mg de sódio, a OMS segundo as novas recomendações 2016 recomenda que a ingestão diária de sódio para um adulto seja de 2g/dia, então, caso você seja um amante da comida japonesa facilmente você excederá o consumo diário de sódio se abusar do molho Shoyo.

Não podemos negar os benefícios dos peixes da comida japonesa, mas você sabia que existe um verme que se chama Difilobotríase que se parece muito com a Tênia do porco e que se desenvolve no seu intestino causando uma grave verminose? Não sabia da existência desse verme? Entre os anos de 2004 e 2005 o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo notificou um surto dessa doença causado pelo consumo de sushis e sashimis em diversos restaurantes de culinária japonesa na cidade de São Paulo e cidades da Grande São Paulo. Esse tipo de doença é grave e pode causar sérios prejuízos para a saúde, por isso certifique-se sempre da higiene e limpeza do local onde você irá realizar a sua refeição.

A comida Japonesa é calórica?

A base da comida japonesa são os peixes e o arroz, então, quanto mais arroz mais calórico a refeição será, se você consumir as peças fritas então temos que levar em consideração a caloria da fritura também! Eu considero sim uma comida mais calórica, mas se você irá consumir muitas calorias isso dependerá das suas escolhas na hora de pedir as peças certas, então opte sempre pelas peças cruas que tem menos calorias caso você deseja consumir menos calorias.

Após consumir a comida japonesa o ideal é consumir muita água, pois o molho shoyo tem muito sódio.

Essas dicas não substituem a consulta com um nutricionista.

Um super beijo da Nutri

Autor: Giuliana Paiva

Tags relacionadas:


Compartilhe:



03/11/2016 às 20h52m


Você costuma ler rótulos?

Muitas pessoas ainda não tem o hábito de ler os rótulos dos alimentos que consomem, é comum elas comprarem alimentos guiados pelas embalagens chamativas e apelativas, com dizeres como Light, Diet, Fit, Fitness, entre outras coisas que tornam esses alimentos mais atraentes, mas a rotulagem passa despercebida. 

É no rótulo dos alimentos onde estão descritas as características desse alimento, desde as calorias e nutrientes que esse produto fornece até a lista de ingredientes que foram utilizados para a fabricação desse alimento. 

Quando pensamos na lista de ingredientes do rótulo de um produto devemos observar a ordem em que ingredientes são descritos, sempre o primeiro ingrediente é a base daquela receita, por exemplo, o pão integral: 

"Farinha de trigo integral, glúten de trigo, farinha de centeio, fibra de trigo, sal, polidextrose, inulina, conservadores propionato de cálcio e sorbato de potássio, emulsificantes mono e diglicerídeos de ácidos graxos e estearoil-2-lactil lactato de sódio, melhoradores de farinha, ácido ascórbico e azodicarbonamida e acidulante ácido lático" (informação retirada do Pão Integral Leve Centeio da marca Seven Boys".

Observe que nesse pão integral o primeiro ingrediente descrito é a Farinha de Trigo Integral, podemos dizer que esse produto realmente é um produto integral, a base de seus ingredientes é a farinha integral. Mas, caso nessa lista de ingredientes a primeira farinha fosse Farinha de Trigo Enriquecida com Ferro e Ácido Fólico nós não poderíamos dizer que se tratava de um produto integral, pois o seu maior ingrediente seria a farinha branca.

Outro caso que devemos sempre observar é no caso dos produtos Light ou Zero, observe o que realmente está reduzido ali, como no caso de Iogurte Zero, que podem ser Zero Açúcar ou Zero Gordura, e à partir dessa informação é que você irá escolher o melhor produto de acordo com a sua necessidade.

Adquirir o habito de ler rótulos é a melhor maneira de você se certificar de que realmente está consumindo o produto que deseja. Fique de olho e leia tudo que está descrito nos rótulos, não seja enganado por rótulos bonitos e coloridos, fique atendo ao conteúdo de cada alimento.

Um super beijo da Nutri.


Autor: Giuliana Paiva

Tags relacionadas: leitura - rótulos - costume


Compartilhe:



Perfil

Giuliana de Paiva, Nutricionista formada pela Faminas, especializando em Nutrição Clínica e Esportiva. Atendendo a cidade de Cataguases e região, seu trabalho é voltado para o público praticante de atividade física e também para as pessoas que buscam qualidade de vida e mudanças nos hábitos alimentares. Trabalha com consultório, palestras, personal diet, com grupos, fazendo um trabalho totalmente individualizado e personalizado.
Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!